Orçamento Participativo das Escolas – OPE – Inclui 2024


OPE – Inclui 2024

Orçamento Participativo das Escolas – 8ª edição –  2024

Apresentação de propostas até: 11 de março

O Orçamento Participativo das Escolas (OPE) constitui uma oportunidade que garante aos alunos a possibilidade de participarem no desenvolvimento de um projeto que contribua para a melhoria das escolas que frequentam (Escola Secundária de Pombal ou Escola Básica Marquês de Pombal) e do qual possam beneficiar ou vir a beneficiar toda a comunidade escolar.

Nesta edição do OPE-Inclui, que mantém a tónica nos projetos que relevem para a inclusão e bem-estar, desafiamos as escolas a proporem projetos que, no contexto dos 50 anos da revolução de 25 de abril de 1974, mostrem como garantir o exercício da liberdade de expressão e o direito de todos termos voz para expressarmos as nossas ideias e dúvidas, de forma democrática e por isso inclusiva, pode promover a inclusão, sobretudo dos mais vulneráveis. […]

Pelo terceiro ano consecutivo, o OPE-Inclui configura-se como um instrumento para a promoção da solidariedade e da inclusão. As propostas devem centrar-se neste eixo de atuação ao promover o envolvimento dos alunos na experiência democrática, nos princípios da representação e da construção de projetos para o bem comum.

O OPE-Inclui está previsto no Plano de Recuperação das Aprendizagens, Plano 23|24 Escola+ e consta do domínio 3– Recursos Educativos, Anexo à RCM 80-B/2023, de 18 de julho:

” 3.7 – OPE – Inclui
Mobilizar os alunos para a participação democrática ao serviço da recuperação das aprendizagens e da resiliência das escolas. Assumindo o compromisso com a inclusão, desafiar os alunos a apresentar propostas no âmbito do Orçamento Participativo da Escola, visando os mais afetados pela pandemia.” ,

05 de fevereiro de 2024

Florbela Valente, Subdiretora-Geral, DGEstE – Sistemas de Informação

Nos termos e para os efeitos previstos no Regulamento do Orçamento Participativo das Escolas (OPE), publicado em anexo ao Despacho nº 436-A/2017, de 6 de janeiro, encontra-se aberto o procedimento com vista à operacionalização do Orçamento Participativo no Agrupamento de Escolas de Pombal.

Os interessados podem consultar o sítio  https://opescolas.pt/  e os documentos:


Apresentação de propostas até: 11 de março

Pelo terceiro ano consecutivo, o OPE-Inclui configura-se como um instrumento para a promoção da solidariedade e da inclusão. As propostas devem centrar-se neste eixo de atuação ao promover o envolvimento dos alunos na experiência democrática, nos princípios da representação e da construção de projetos para o bem comum.

O OPE-Inclui está previsto no Plano de Recuperação das Aprendizagens, Plano 23|24 Escola+ e consta do domínio 3– Recursos Educativos, Anexo à RCM 80-B/2023, de 18 de julho: ” 3.7 – OPE – Inclui

Mobilizar os alunos para a participação democrática ao serviço da recuperação das aprendizagens e da resiliência das escolas. Assumindo o compromisso com a inclusão, desafiar os alunos a apresentar propostas no âmbito do Orçamento Participativo da Escola, visando os mais afetados pela pandemia.”

 

Para mais informações, acede a:

Sobre o domínio da inclusão consulte também:

 

Apresentação das candidaturas:


Videos OPE (promoção):


Cronograma:

    • 11 de março Apresentação de propostas

    • 13 e 14 de março – Análise Técnica das propostas
    • 18 e 20 de março – Divulgação e sessões de esclarecimento dos projetos
    • 22 de março Votação dos projetos

CONSELHO GERAL – Procedimento concursal prévio para eleição do Diretor do Agrupamento de Escolas de Pombal


CONSELHO GERAL

Procedimento concursal prévio

Eleição do Diretor do Agrupamento de Escolas de Pombal

Aviso (extrato) n.º 3029/2024

(DR. n.º 27, II Série, de 7 de fevereiro de 2024)

Sumário: Procedimento concursal prévio para eleição do diretor do Agrupamento de Escolas de Pombal.

1 — Nos termos do disposto nos artigos 22.º e 22.º-A do Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, com a redação dada pelo Decreto-Lei n.º 137/2012, de 2 de julho, torna-se público que se  encontra aberto o procedimento concursal prévio à eleição do Diretor do Agrupamento de Escolas  de Pombal,  pelo prazo de 10 dias úteis a contar do dia seguinte ao da publicação do presente Aviso de Abertura.

 2 — Os requisitos de admissão ao procedimento concursal são os fixados nos números 3, 4 e 5 do artigo 21.º do Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, com a redação dada pelo Decreto-Lei n.º 137/2012, de 2 de julho.

 3 — A formalização da candidatura é efetuada mediante requerimento, em modelo próprio, disponibilizado na página eletrónica do Agrupamento de Escolas de Pombal, (www.aepombal.edu.pt) e nos Serviços Administrativos da escola sede do Agrupamento, dirigido ao Presidente do Conselho Geral, podendo ser entregue pessoalmente nos serviços citados em horário de expediente ou remetido por correio registado, com aviso de receção, expedido até ao termo do prazo fixado para a apresentação da candidatura.

 4 — O requerimento de admissão deverá, sob pena de exclusão, ser acompanhado dos seguintes documentos, em suporte de papel e formato digital:

a) Curriculum Vitae detalhado, atualizado, datado e assinado, onde constem as funções exercidas e a formação profissional, devidamente comprovadas, sob pena de não serem consideradas, com exceção daqueles que se encontrem arquivados no respetivo processo individual se este se encontrar no Agrupamento de Escolas de Pombal;

b) Projeto de Intervenção no Agrupamento de Escolas de Pombal, no qual o candidato identifica os problemas, define a missão, as metas e as grandes linhas de orientação da ação, bem como a explicitação do plano estratégico a realizar no mandato. O projeto de intervenção deverá ser apresentado com páginas numeradas, não devendo ultrapassar 20 páginas, em formato A4, letra tipo Arial, com tamanho 12, espaçamento entre linhas 1,5 e de margem 2,5 cm;

c) Declaração autenticada pelo serviço de origem que ateste a categoria, o vínculo, o tempo de serviço e a data da última avaliação de desempenho do candidato;

d) Fotocópia autenticada do documento comprovativo das habilitações académicas;

e) Declaração de consentimento informado para procedimento concursal à eleição do Diretor do Agrupamento de Escolas de Pombal, em modelo próprio, disponibilizado na página eletrónica do Agrupamento (www.aepombal.edu.pt) e nos Serviços Administrativos da Escola sede do Agrupamento;

f) Prova documental de outros elementos constantes no requerimento, devidamente comprovados, que o candidato considere relevantes para apreciação do seu mérito, com exceção daqueles que já se encontrem arquivados no respetivo procedimento individual e este se encontre no Agrupamento de Escolas de Pombal.

 5 — As candidaturas são apreciadas por uma Comissão do Conselho Geral, especialmente designada para o efeito, tendo por base os seguintes métodos de seleção:

a) Análise do curriculum vitae de cada candidato, designadamente para efeitos de apreciação da sua relevância para o exercício das funções de diretor e o seu mérito;

b) Análise do Projeto de Intervenção no Agrupamento de Escolas de Pombal, visando, designadamente, apreciar a relevância dos problemas diagnosticados e a coerência entre estes e as estratégias de intervenção propostas;

c) Análise do resultado da entrevista individual efetuada a cada candidato, visando apreciar a capacidade de fundamentação e defesa das propostas apresentadas no Projeto de Intervenção, bem como as competências pessoais do candidato.

 6 — O teor do presente aviso não dispensa a consulta do regulamento do procedimento concursal para eleição o Diretor do Agrupamento de Escolas de Pombal, publicado na sua página eletrónica (www.apombal.edu.pt).

 

24 de janeiro de 2024. — O Presidente do Conselho Geral, Arlindo Martins Araújo.


Documentos: