Conhecer a praia do Osso da Baleia


No dia 27 de abril de 2022 cerca de 19 alunos, conselheiros do programa Eco-Escolas, entre outros, do 5.º ao 8.º ano, da Escola Básica Marquês de Pombal, em articulação com o Clube da Ciência Viva e da Escola Azul, participaram na visita de estudo à Praia do Osso da Baleia, no âmbito da 32ª CAMPANHA COASTWATCH 2021/2022 – “Emergência Oceano”, do Grupo GEOTA. No âmbito da flexibilidade curricular, para a realização desta atividade de educação e sensibilização ambiental estiveram envolvidas as disciplinas de Ciências Naturais, Matemática e Cidadania e Desenvolvimento, e os docentes Fátima Pessa e Mário Ferreira. Para a sua realização contámos também com a prestimosa colaboração da Engenheira Catarina Soares e das Assistentes Técnicas, Marli Ribeiro e Telma Monteiro, pertencentes à Unidade de Ambiente, do Município de Pombal, o qual assegurou, mais uma vez, o transporte, que muito agradecemos. No dia da atividade participaram ainda as docentes Anabela Santos e Natália Pereira.

A atividade desenrolou-se ao longo de 500 m, a partir da Praia do Osso da Baleia, no sentido sul, durante a maré baixa, na qual os participantes, organizados em grupos, preencheram um questionário para a monitorização da praia. Os objetivos desta ação continuaram a ser observar e identificar os seres vivos, os tipos de substratos, a morfologia da zona costeira, os resíduos, a poluição e as principais ameaças e riscos naturais e/ou antrópicos. Ao longo do percurso efetuado, os participantes foram sendo sensibilizados para a importância de uma praia limpa e para a preservação da biodiversidade existente. A Engenheira Catarina Soares realizou uma ação de sensibilização sobre plantas dunares, suas adaptações ao meio ambiente de acordo com os fatores abióticos a que estão sujeitas.

É de referir que, apesar de todas as campanhas de recolha de lixo que se vão realizando ao longo da nossa costa, naquele pequeno percurso foram recolhidos 4 kg de lixo marinho, menos do que o recolhido no ano passado (8kg). Estará a diminuir? A realidade é que a praia continua a ter lixo! Quando parará este flagelo? Não se esqueça que tudo o que é colocado no chão das nossas ruas, sanitários, … vai parar aos oceanos. É urgente mudar de atitude!

Os alunos participaram de forma ativa, aprofundaram os seus conhecimentos e ficaram mais sensibilizados para a proteção do ambiente.

Durante esta semana, em Lisboa, decorre a conferência das Nações Unidas dedicada ao oceano. Estarão presentes cientistas, políticos, organizações, empresas e ativistas com a ambição de procurarem encontrar soluções para proteger o oceano. O secretário-geral da ONU, António Guterres, “avisou o mundo que o tempo é de inverter a maré”. Estejam atentos às medidas propostas.

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/conferencia-dos-oceanos-discursos-unanimes-sobre-a-prioridade-ambiental_v1415761

É importante conhecer para preservar!

Os professores Fátima Pessa e Mário Ferreira

A entrada no 1.ºCEB e os Sinais de Alerta – Terapia da Fala


A entrada no 1.º ciclo é uma transição fundamental no processo de crescimento e desenvolvimento das crianças. Para muitos alunos do AE Pombal aproxima-se esta mesma fase: a chegada do 1.º ano de escolaridade.

Como tal, algumas crianças podem vir a demonstrar maior dificuldade na aprendizagem da leitura e escrita. Por isso, é muito importante estar alerta para possíveis dificuldades e pedir uma avaliação em Terapia da Fala o mais precocemente possível.

Terapeuta da Fala

Raquel Silva

Visita de Estudo do 6.º Ano ao Exploratório – Centro de Ciência Viva de Coimbra e às Ruínas e Museu Monográfico de Conímbriga


No dia 13 de junho, realizou-se a visita de estudo para os alunos do 6.º ano, no âmbito da flexibilidade curricular, envolvendo as disciplinas de Ciências Naturais e de Matemática, ao Exploratório – Centro de Ciência Viva de Coimbra e às Ruínas e Museu Monográfico de Conímbriga.

Durante a manhã, os alunos visitaram a exposição “Em forma com a Ciência”, onde puderam descobrir o corpo humano através de várias atividades interativas, consolidando e ampliando conhecimentos. Assistiram, ainda, ao espetáculo participativo “Ora Bolas! Ciência em Palco” que promoveu a literacia científica, aliando a ciência e a arte.

Em seguida, chegou a pausa para o almoço, no parque verde do Mondego, durante o qual alunos e professores aproveitaram para conviver e desfrutar da beleza do local.

No período da tarde, a visita decorreu em Conímbriga, tendo os alunos visitado as Ruínas e o Museu Monográfico, o que proporcionou uma viagem no tempo de Portugal Romano, tendo podido apreciar as relíquias da antiga cidade romana de Conímbriga.

A realização desta atividade teve como principais objetivos complementar as aprendizagens realizadas em contexto de sala de aula; promover a interdisciplinaridade; descobrir o corpo humano através de várias experiências participativas; contribuir para desenvolver, nos jovens, competências de investigação, de comunicação e de literacia da informação, motivando-os para aprofundar os seus conhecimentos e prosseguir estudos superiores nas áreas dos seus interesses.

Os alunos mostraram-se muito motivados e interessados ao longo de todas as atividades propostas, sendo uma excelente forma de terminar o ano letivo e de lhes proporcionar novas experiências que foram interrompidas em anos de pandemia.

Boas férias!

Os docentes organizadores,

Fátima Pessa, Mário Ferreira, Sandra Diniz e Sónia Marques

 

Na época do digital


Na época do digital, dizer aos pais que devem reduzir o tempo de ecrã das suas crianças parece tarefa difícil, mesmo quando a OMS o recomenda e os investigadores recordem que o maior tempo passado em frente aos ecrãs surge associado a maiores riscos de obesidade, falta de exercício físico e má alimentação por parte dos mais jovens, e também a atrasos no desenvolvimento da linguagem da criança, perturbação no sono e até ao desenvolvimento de comportamentos mais agressivos e violentos. Foi sobre este tema que a Equipa Local de Intervenção Precoce de Pombal, Ansião e Alvaiázere (que integra 4 docentes do Agrupamento de Escolas de Pombal) apresentou, no dia 08 de junho, em formato online e presencial, mais uma sessão formativa, intitulada “Tempo de Ecrã nas Crianças”. A oradora, Jerusa Gameiro, enfermeira especialista de Saúde Infantil e Pediatria, tendo por base diferentes estudos científicos, conduziu brilhantemente a ação, deixando estratégias aos pais, educadores e cuidadores, de como estabelecer limites de tempo para usar dispositivos eletrónicos.

O elevado número de inscrições e participantes veio confirmar a relevância do tema e a confirmar que são muitas as crianças portuguesas a passar muito tempo em frente a um ecrã – TV, tablet, smartphone, computador ou consola de videojogos – do que aquilo que é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Associação de Pediatria dos EUA.

Enquanto educadores e elementos ligados à Saúde, sabemos que é muito importante brincar e que ao brincar, seja numa brincadeira livre ou estruturada, a criança está a desenvolver funções cognitivas (criatividade, atenção, memória, flexibilidade cognitiva, persistência na tarefa) “muito importantes para o neurodesenvolvimento e desempenho académico e social futuros.”

Assim, fica o apelo à moderação do tempo excessivo despendido com os ecrãs que põe em risco, também, o desenvolvimento da motricidade fina (capacidade para desenhar, pintar, recortar, fazer enfiamentos…) e o convite aos pais para brincarem mais tempo com as suas crianças.

As docentes, em nome da Equipa Local de Intervenção Precoce, agradecem a presença de todos e esperam continuar a proporcionar momentos de formação, partilha e reflexão.

Brigada “Amar #Amar o Mar”


Após a caminhada inicial da atividade BRIGADA #AMAR o MAR, que passou pela sensibilização dos alunos no que respeita ao valor do mar para a humanidade, os alunos realizaram uma saída à praia do Osso da Baleia para a recolha e separação de resíduos poluidores. As imagens falam por si…

Mário Ferreira

Recolha de sangue


O Agrupamento de Escolas de Pombal, através da Equipa de Educação para a Saúde, organizou, mais uma vez, a habitual «Recolha de Sangue». Para a concretização desta missão, o Agrupamento divulgou esta atividade junto da comunidade educativa, na Câmara Municipal, no comércio local e ainda nos Bombeiros Voluntários de Pombal. Esta atividade realizou-se no passado dia 2 de junho, na Escola Secundária, entre as 9,30 e as 13h, tendo sido concretizadas cerca de duas dezenas de colheitas de sangue, pelo Instituto do Sangue e da Transplantação de Coimbra, para quem reverte o produto.

A equipa da Saúde deixa um bem-haja a todos os que contribuíram para a divulgação da recolha e, especialmente, aos dadores, pois, sem eles, esta atividade não teria sido possível.

A equipa de Educação para a Saúde