Palestra “O papel da Matemática no desenvolvimento da sociedade contemporânea”


No dia 16 de dezembro de 2019, os alunos da turma G do 8.º ano tiveram uma aula diferente, pois tiveram a oportunidade de assistir, na sala de aula, a uma palestra sobre “O papel da Matemática no desenvolvimento da sociedade contemporânea”, dinamizada pelo Professor Doutor Jaime Carvalho e Silva, docente na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Esta palestra em contexto de sala de aula teve como principais objetivos motivar os alunos para a aprendizagem da matemática e mostrar as suas aplicações na sociedade contemporânea, confrontando os alunos e levando-os a refletir a partir da questão: “temos computadores que fazem todo o trabalho matemático, por isso já não é preciso estudar tanta Matemática?”
Os alunos puderam ouvir e ver que existem muitas áreas diferentes que mostram que o conhecimento matemático atualmente é cada vez mais necessário ao homem na vida ativa, tanto enquanto cidadão (como nas eleições ou na análise de gráficos dos jornais/revistas), como enquanto profissional em qualquer área do conhecimento hoje existente (saúde, jornalismo, etc…) e, presumivelmente, em qualquer nova área que surja no futuro. Viram que a aplicação da matemática remonta à era do homem das cavernas, exemplo do Osso de Ishango. O Professor Jaime apresentou muitos exemplos da aplicação da matemática, entre eles a tragédia da ponte Tacoma Narrows (no estado de Washington) – 1940, a máquina “Enigma”, os Guindastes, a “Ariane 5”, … . Falou da “Má matemática” e dos prejuízos e conclusões erradas que podem acontecer, tendo fomentado a curiosidade e a intervenção dos alunos.
Terminou a sua apresentação com as seguintes mensagens para os alunos:
“No futuro, mais e mais matemática será necessária/usada/inventada/crucial”.
“Estudem matemática, quanto mais ferramentas tiverem à vossa disposição melhor preparados ficarão”.
“ A matemática não vai resolver os vossos problemas, é apenas uma caixa de ferramentas”.

Ana Francisco
Professora de Matemática

Palestra “Os Refugiados em Portugal”


No passado dia 10 de dezembro, no âmbito da comemoração do Dia Internacional dos Direitos Humanos, realizou-se uma palestra subordinada ao tema “Os refugiados em Portugal”, no auditório Dra. Gabriela Coelho, da Escola Secundária de Pombal, destinada aos alunos da disciplina de Geografia do 10.º ano. A sessão foi dinamizada pela professora estagiária Carolina Caetano que salientou a sua experiência na CPR (Conselho Português para os Refugiados), parceiro operacional do alto Comissariado das Nações Unidas (ACNUR). Esta atividade pretendia que fossem mobilizadas diferentes perspetivas sobre esta problemática, tendo sido bastante positiva.

Cristina Trovão, Professora de Geografia

Direitos Humanos – uma visão voluntária na Marquês!


No dia 25 de novembro de 2019, pelas 11.25 h, realizou-se, no auditório da Escola Básica Marquês de Pombal, uma sessão formativa dinamizada pela Associação Mozvision, na pessoa da voluntária Carla Domingues, na qual participaram os alunos do 6.º A e do 6.º C, tendo como objetivo sensibilizar para os Direitos Humanos. Integrada no tema de Cidadania e Desenvolvimento, a ação destinou-se a abordar o tema dos Direitos Humanos e dos Direitos das crianças, uma das áreas trabalhadas nas Oficinas@Erguer Futuros.

Esta iniciativa, de grande importância, deu a conhecer diferentes realidades e outras formas de estar na vida, quer de outras crianças, quer de outros adultos; sensibilizou ainda para as carências a nível da saúde, da educação, da alimentação, da falta de água potável, entre outros aspetos, pretendendo consciencializar os alunos para os privilégios que a escola, o saber e a sua vida em geral têm. Talvez desta forma se alertem os jovens para dar o seu contributo a fim de se construir um mundo melhor!

Foi uma sessão muito animada e participada e só se pode estar grato à D. Carla por vir dar o seu contributo tão realista sobre os Direitos Humanos e sobre o que ela viu e viveu na realidade.

Os alunos do 6.º A

Plataforma FITescola


Realizou-se, no passado dia 2 de dezembro, uma sessão formativa para a área disciplinar de Educação Física, sobre a Plataforma FITescola, a qual foi dinamizada pelos docentes Arlindo Araújo e Ricardo Gaspar. A sessão teve como objetivo dar a conhecer as funcionalidades e recursos da referida plataforma, pretendendo-se, assim, uma maior utilização por parte dos docentes da área disciplinar, tanto na inserção de dados, como na sua interação com os alunos. De salientar que a plataforma FITescola é um instrumento de trabalho, a nível nacional, em que a recolha dos dados dos alunos de Portugal permite a realização de estudos sobre a população estudantil em diversas faixas etárias. Esta ferramenta de trabalho resulta da parceria entre a Direção Geral da Educação e a Faculdade de Motricidade Humana.

Os docentes

Literacia Financeira na EB Conde Castelo Melhor


No passado dia 25 de novembro, decorreu na EB Conde Castelo Melhor um conjunto de sessões dinamizadas pela Drª Natacha Pimenta, representante do Banco de Portugal.

Estas sessões, destinadas aos alunos do 3º ano, pretenderam clarificar alguns conceitos e conhecimentos no âmbito das poupanças e dos meios de pagamento. Através de atividades interativas, os alunos ficaram a compreender a evolução histórica da moeda e a reconhecer o euro como a moeda oficial de Portugal e de outros países da Europa, para além de serem alertados para a importância de adquirirem comportamentos financeiramente corretos.

Ao dotar as crianças de aprendizagens relacionadas com o dinheiro e as finanças pessoais, desenvolvendo capacidades técnicas e comportamentais, pretendemos contribuir para uma atuação esclarecida, no presente, e acautelar, no futuro, problemas de natureza financeira ou afins.

Helena Reis

MILAGE Aprender+


No dia 8 de novembro de 2019, realizou-se, no nosso agrupamento, uma sessão de sensibilização para a utilização da aplicação Milage Aprender +, dinamizada pelo Dr. Mauro Figueiredo, professor da Universidade do Algarve. Estiveram presentes os alunos da turma B, do nono ano, e os professores do departamento de Matemática.

A Aplicação Milage Aprender + foi desenvolvida pela Universidade do Algarve e permite aos alunos acederem a conteúdo pedagógicos, dentro e fora da sala de aula. É uma ferramenta de apoio aos alunos na resolução autónoma de fichas de trabalho e de apoio ao professor na gestão do seu tempo na sala de aula.

A Aplicação contém fichas com diferentes graus de dificuldade, de modo a estimular o interesse dos alunos com maiores dificuldades de aprendizagem e a incluir, também, os alunos de um nível mais avançado. Para além disso, a aplicação MILAGE Aprender+ inclui ainda um esquema de autoavaliação e de avaliação pelos pares que visa estimular o trabalho autónomo do aluno, a revisitação dos conteúdos e a identificação dos passos fundamentais na resolução de exercícios.

Ana Medeiros

 

Alimentação saudável


No âmbito do projeto “Todos Contam”, realizou-se, no dia 20 de março de 2019, uma sessão com a nutricionista Dra. Carla Louro, destinada aos alunos dos 2º e 3 º anos da EB de Pombal.

Esta sessão pretendeu ajudar os alunos a comparar alimentos na sua forma fresca e na sua forma processada. A primeira parte, de cariz mais informativo, foi depois complementada com uma parte mais prática onde os alunos “arrumaram” embalagens, que trouxeram de casa, em diferentes prateleiras: alimentos naturais, processados e ultraprocessados.

Mais um passo na sensibilzação dos alunos para a necessidade de uma alimentação saudável e sustentável.

Helena Reis

Matemática nas Florestas


No passado dia 14 de dezembro de 2018, os alunos de Matemática A, do 11.º ano, tiveram a oportunidade de assistir a uma palestra subordinada ao tema “Matemática nas Florestas”, no auditório da escola secundária, que contou com a presença da Dra. Liliana Ferreira, docente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão, do Instituto Politécnico de Leiria.

Nesta atividade, dinamizada pelo departamento de Matemática, a palestrante começou por fazer uma abordagem geral da importância da matemática nas nossas vidas, mostrando-nos diversas aplicações práticas no quotidiano e o seu contributo para as várias áreas do saber, deixando os alunos mais motivados para a aprendizagem desta disciplina. De seguida, exemplificou a relação da matemática com as florestas, desde a ordenação do território ao levantamento de dados e cálculos de áreas, mostrando diferentes aplicações, algumas em situações conhecidas como, por exemplo, o caso dos incêndios florestais. Salientou também o contributo indispensável da matemática na criação de softwares no âmbito do tema desta palestra. Foi uma abordagem muito interessante e uma boa sensibilização para aprender matemática.

Carolina Mendes e Daniela Dias

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência


A celebração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, no nosso Agrupamento, decorreu na primeira semana de dezembro e não deixou a comunidade educativa indiferente a esta condição.

Nas escolas do primeiro ciclo, foi explorada a “Diferença” através da história do “Elmer” e foram construídos cartazes com ilustrações de diferentes “Elmer’s”.

Na Escola EB2,3 de Marquês de Pombal e na Escola Secundária, foi pintado, pelos alunos, professores e assistentes operacionais, um painel alusivo aos valores da inclusão.

Grupo de Educação Especial

Formação para a valorização do multilinguismo


No contexto europeu de globalização, multilinguismo e multiculturalismo, a abertura à pluralidade linguística no âmbito das estratégias pedagógicas constitui um desafio apoiado pelo Conselho da Europa através do Centro Europeu de Línguas Modernas.

«Valorizar as turmas multilingues» foi o tema da ação de sensibilização realizada no dia 03 de outubro 2018, no auditório da Escola Secundária de Pombal, decorrente da formação promovida pela DGE, em parceria com o referido centro, e na qual participaram as docentes Cristina Costa e Fátima Soares.

O foco da formação foi a importância da valorização da diversidade línguística de cada aluno e, de modo particular, das línguas das crianças e adolescentes migrantes por forma a motivá-los e apoiá-los na aprendizagem da língua da comunidade de acolhimento, bem como incentivá-los a serem mediadores de outras culturas.

Numa abordagem ativa, foram explorados alguns dos recursos dos projetos do Centro Europeu de Línguas Modernas no que concerne ao multilinguismo (Maledive, Combat+, CARAP). Houve igualmente lugar a uma partilha de experiência sobre a Secção Europeia de Língua Francesa (SELF) do nosso Agrupamento, enquanto projeto de Ensino-Aprendizagem de Língua e Conteúdos Integrados.

Culminando num lanche multicultural, a formação constituiu um espaço de partilha de conhecimento, mas também de construção de laços de missão para uma maior igualdade de oportunidades e participação ativa de todos os alunos.

Cristina Costa – Professora do grupo 320