Celebração do dia da Floresta Autóctone – Plantação de árvores


Na segunda-feira, dia 2 de dezembro, os alunos de 5º ano, da EB 2, 3 Marquês de Pombal, plantaram várias árvores, dentro do recinto escolar, a título de comemoração do dia da Floresta Autóctone.

Acompanhados pelos professores, os alunos tocaram e cantaram a canção “O cuco na floresta” e em seguida plantaram árvores. Por fim, hastearam a bandeira do Eco-Escolas.

Desta forma, professores e alunos contribuíram para a construção de um ambiente melhor. Os alunos divertiram-se bastante e adoraram a atividade.

Elaborado por 5º F e 5.º G

Bandeira Verde Eco-Escolas triste pelo Planeta


No dia 26 de Setembro, pelas 10:30 h, na Escola Básica Marquês de Pombal, a turma do 6ºA colocou a bandeira do Programa Eco-Escolas a meia haste, como forma de assinalar a preocupação e tristeza pelas alterações climáticas.

Esta atividade partiu da Associação Bandeira Azul e do Programa Eco-Escolas que desafiou as Eco-Escolas a aderir à iniciativa #ecoescolasfazpeloclima, e foi divulgada pelo professor Jorge Sá, coordenador daquele programa no nosso agrupamento. Logo que tiveram conhecimento desta iniciativa, as professoras Fátima Pessa (Ciências Naturais) e Ana Letra (Português) planearam envolver a turma nesta iniciativa que contou ainda com a presença do Diretor do Agrupamento, Engenheiro Fernando Mota, do Coordenador de Estabelecimento, professor Luís Costa e com a colaboração da assistente operacional D. Paula Gaspar.

A turma dirigiu-se ao local onde habitualmente se encontra hasteada a bandeira e, aí, foi feita uma breve sensibilização por parte do professor Jorge Sá sobre os problemas que o planeta enfrenta em termos ambientais, para as nossas mudanças de comportamento no quotidiano face aos materiais que utilizamos, o lixo que produzimos, o desperdício de recursos, entre outros exemplos.

A turma ouviu atentamente e aplaudiu tão sábias palavras. Para terminar este momento solene, houve um gesto muito simbólico: o professor Jorge atou um saco de plástico negro ao pescoço e levou todos a interpretar a mensagem. Afinal, estamos a asfixiar o planeta com o plástico e toda a poluição que se faz.

A sessão terminou com um forte aplauso de todos e, no regresso à sala de aula, as ideias para ajudar a melhorar, começando pela escola, sentiam-se a nascer!

Em jeito de conclusão, pode-se dizer que serviu como alerta para a urgência das medidas a implementar no sentido de inverter as alterações climáticas.

A turma do 6ºA