Ciências fora de portas 2020


Integrada na UFCD9451 – Orientação aplicada, da disciplina de Desportos Individuais, a turma do 1.º ano do Curso Profissional Técnico de Desporto participou no projeto “Ciência Fora de Portas” do Clube Ciência Viva, do Agrupamento de Escolas de Pombal, com a realização da atividade “Magneto vai a casa”, cujo objetivo era perceber qual a divisão da casa que se encontra mais a Norte, através da experimentação prática de uma atividade. De entre as várias respostas “o meu quarto”, “a sala”, “a cozinha”, “o quarto dos meus pais”, entre outras, aqui fica um excerto daquilo que foi a realização prática da atividade.

O docente Ricardo Gaspar

Extração de Essências Aromáticas – Um projeto do 1.º TAL


Ao longo do presente ano letivo, os alunos do 1.º TAL, nas disciplinas de Físico-Química, Análises Químicas, Química Aplicada e, ainda, Qualidade Segurança e Ambiente, foram desenvolvendo um projeto sobre a extração de essências de espécies vegetais autóctones. Com este projeto pretendeu-se também, utilizando um espaço disponível na escola, fazer a plantação de algumas espécies aromáticas, aliando a componente científica, relacionada com a química, ao desenvolvimento de competências do perfil do aluno – saber científico, técnico e tecnológico; bem-estar, saúde e ambiente; desenvolvimento pessoal e autonomia; pensamento crítico e pensamento criativo; sensibilidade estética e artística e relacionamento interpessoal – e fazer a articulação curricular e o trabalho interdisciplinar preconizados pelos Domínios de Autonomia Curricular, num privilégio pelo trabalho prático e experimental e o desenvolvimento de capacidades de pesquisa, relação e análise. No desenvolvimento do trabalho, e por fazerem também parte da turma, foram envolvidos alunos do 1.º TEAC, no âmbito da disciplina de Físico-Química, que constituem turma com o 1.º TAL. Ilustra-se aqui o trabalho desenvolvido no jardim, com algumas fotografias.

A presente divulgação do projeto “Extração de Essências Aromáticas” constitui a última etapa, para o presente ano letivo. De facto, alunos e professores envolvidos pretendem que nos 2.º e 3.º anos deste curso 1.º TAL o projeto passe por mais 2 fases: construção de uma compostagem autorregulada (em termos de rega: sensores humidade, recolha de água da chuva e rega), contando com a colaboração de disciplinas técnicas do atual curso 1.º TEAC; visita a unidades fabris que utilizem essências, permitindo pensar-se numa aplicação prática de uso comum para as essências extraídas e, ainda, a possibilidade de uma parceria com um técnico do Ministério da Agricultura, existindo já contactos estabelecidos.

A docente Marta Sá

 

Posters Eco-Código – 3.º TAL


E porque a VIDA na Terra depende das abelhas, este é o nosso apelo para as preservar: NÃO às alterações climáticas, NÃO à poluição, NÃO ao uso de pesticidas, agricultura intensiva e culturas geneticamente modificadas!!!

As abelhas são insetos muito sensíveis e intolerantes a alterações climáticas. Se vir um jardim cheio de abelhas, Sorria, é bom sinal!

Eduarda Azevedo

 

Projeto “Tenho Química com a BE”


O Projeto “Tenho Química com a BE” promove “workshops” para os alunos do 7.º ano, sobre “regras de segurança no laboratório e gestão sustentável de recursos e resíduos”

De novembro de 2019 a março de 2020, realizaram-se na biblioteca da Escola Marquês de Pombal várias sessões de formação e informação dirigidas aos alunos do 7.º ano de escolaridade, dinamizadas pelos alunos do 1.º TAL, no âmbito da disciplina de Qualidade, Segurança e Ambiente, numa profícua articulação curricular da Biblioteca Escolar com a ciência, sob orientação dos professores Marta Sá e João Silvano, que partilharam conhecimentos e formação com os colegas, nomeadamente, sobre a química verde e o trabalho sustentado pelo referencial – “Aprender com a biblioteca escolar”.   Refira-se que a Ciência Viva integrou a atividade no seu site, na Semana da Ciência e Tecnologia, que decorreu no passado mês de novembro.

Subordinadas ao tema – “Regras de segurança no laboratório e gestão sustentável de recursos e resíduos”-, as sessões constituíram uma das vertentes do projeto “Tenho Química com a BE”, visando a proatividade e a interação entre os alunos, quer na transmissão e apreensão de conhecimentos, quer na aquisição de aprendizagens e competências, alertando para questões ambientais, desenvolvimento sustentável e regras e posturas de segurança na manipulação de produtos químicos (muitos de utilização comum). Nestas sessões, os alunos realizaram atividades práticas e manipularam material de laboratório, transformando a biblioteca da Escola Marquês de Pombal numa “laborateca”.

Os professores dinamizadores agradecem a todos os alunos e professores que se envolveram e que, deste modo, contribuíram para o sucesso da iniciativa.

João Silvano e Marta Sá

Cidadania e Desenvolvimento – alunos do 2.º TEAC e 2.º TIIGR no IPL


No passado dia 04 de março, as turmas do 2.º TEAC e 2.º TIIGR realizaram uma visita de estudo ao Instituto Politécnico de Leiria. A visita, inserida nos domínios da Educação Ambiental e do Desenvolvimento Sustentável, surgiu no âmbito do Projeto “Tenho Química com a BE” que envolve a disciplina de Química e a Biblioteca Escolar e teve como anfitrião o Professor Doutor Luís Serrano, responsável pela área de Engenharia Automóvel do IPL.

O Dr. Luís Serrano juntamente com o Dr. Telmo Fernandes, especialistas em eficiência de veículos híbridos, dinamizaram sessões sobre a “ecoeficiência” dos motores elétricos face aos motores de combustão e sobre as energias renováveis.

Os alunos visitaram depois as diferentes secções do laboratório de Engenharia Automóvel e conheceram as investigações em curso para a conceção de veículos totalmente elétricos. O Dr. Serrano falou de reações e equilíbrios químicos e da energia elétrica como uma energia verdadeiramente sustentável, mostrando a ligação e o trabalho que os estudantes e professores do IPL desenvolvem com empresas tecnológicas.

Para além das diferentes secções do laboratório de Engenharia Automóvel, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer outras valências do IPL, tais como laboratórios relacionados com as áreas de automação e robótica, energias renováveis e eficiência energética, informática e programação, o espaço Deloitte e, ainda, a moderna Biblioteca José Saramago que, no seu espólio, conta com uma importante e atual coleção de literatura de base científica.

João Silvano e Marta Sá

Visita de Estudo ao Mosteiro da Batalha e ao Museu da Comunidade Concelhia


O património cultural é o conjunto de bens de natureza material ou imaterial que constituem a herança do passado e a identidade das comunidades humanas. Por isso, exige preservação e salvaguarda para assegurar uma memória histórica às futuras gerações.
No nosso país, muitos são os locais onde é possível reconhecer diversas expressões do património, desde os edificados, às tradições, à gastronomia, entre muitas outras. Ora, a região onde nos inserimos é rica em património que interessa conhecer, valorizar e preservar.
Deste modo, aproveitando o contexto histórico local, no dia 20 de fevereiro, a turma do segundo ano, do Curso Profissional de Técnico de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade, visitou o Mosteiro da Batalha e o Museu da Comunidade Concelhia da Batalha. A visita integrou-se nos conteúdos curriculares desenvolvidos na disciplina de História da Cultura e das Artes, relativos ao estudo da arte gótica. No mosteiro da Batalha, o professor orientou a visita e conduziu os alunos pelos espaços mais importantes- Portal Principal, Igreja, Capela do Fundador, claustros, Casa do Capítulo e Capelas Imperfeitas. Durante o percurso realizado, destacou o contexto histórico, a planimetria, os aspetos técnico-formais e estéticos mais relevantes associados à arquitetura, escultura e pintura góticas. Na sala do Capítulo, onde existe um monumento em honra do Soldado Desconhecido, foi possível assistir ao render da guarda, acontecimento não previsto, mas ao qual os alunos assistiram com grande interesse. Nas Capelas Imperfeitas tomaram consciência de que o sinónimo de imperfeito pode ser inacabado. De facto, a morte do patrocinador da obra e a deslocação dos mestres-pedreiros para outras obras mais centrais do reino deixaram aquele magnifico espaço, exemplo máximo da arte manuelina, por terminar até aos dias de hoje. Durante esta visita, os alunos resolveram um pequeno questionário e desenharam, in loco, o portal principal do edifício.
No Museu da Comunidade Concelhia da Batalha, fomos simpaticamente recebidos e orientados pelos guias. Os motivos da visita foram vários e interessantes e contemplaram, desde logo, o processo de construção do mosteiro, com destaque para algumas propostas de cobertura previstas para as Capelas Imperfeitas; o contexto histórico, desde a Pré-História à atualidade, bem como a evolução socioeconómica da região, com particular destaque para a exploração mineira de carvão na região da Batalha.
Acompanhados por uma bela tarde de sol, regressámos a Pombal, certamente mais ricos pelos conhecimentos obtidos, mais conscientes da importância da História local e mais despertos para a necessidade de valorização e preservação do património histórico e cultural.

Paulo Antunes, professor de História

Dia da Internet Mais Segura 2020 – Juntos por uma Internet melhor no AEP


No dia 11 de fevereiro, “Dia da Internet Mais Segura 2020”, a Equipa dos Líderes Digitais do Agrupamento de Escolas de Pombal deu início às atividades que irão dinamizar, junto da comunidade escolar, até ao final do ano letivo.

A iniciativa Líderes Digitais, criada no âmbito do projeto da SeguraNet, foi abraçada por um grupo de alunos do 1º e 2º ano do Curso Profissional Técnico de Marketing, sob orientação da professora de Informática, Ana Maria.

Para marcar o “Dia da Internet Mais Segura 2020”, dinamizaram várias sessões de sensibilização a grupos de alunos e a turmas em contexto sala de aula, onde os Líderes Digitais abordaram assuntos relacionados com a segurança digital, nomeadamente, partilha online, roubo de identidade, pegada digital, sexting e cyberbullying, entre outros.
As sessões, organizadas por alunos e para alunos, foram objeto de várias metodologias de comunicação. Os “formadores”, em grupos de três, recorreram a apresentações, vídeos, bandas desenhadas, jogos de equipa, quizzes sobre a segurança na internet, entre outras.

Os Líderes Digitais realizaram sessões a turmas da Escola Básica Marquês de Pombal, Escola Básica Conde Castelo Melhor e Escola Básica de Pombal. Procederam à distribuição de folhetos de sensibilização, da sua autoria, a alunos, professores e funcionários das escolas Básica Marquês de Pombal e Secundária de Pombal.
A Biblioteca Escolar, espaço de utilização autónoma das tecnologias, associou-se à iniciativa, dispondo de um placard com vários cartazes, dicas e bandas desenhadas de sensibilização para os cuidados a ter no uso da Internet.

Por sua vez, no dia 18 realizou-se uma palestra intitulada “Segurança na Internet”, dinamizada por alunos do 3º ano do Curso Técnico de Informática, Instalação e Gestão de Redes, dirigida aos alunos do 9º ano.

O Agrupamento de Escolas de Pombal, com o objetivo de manter o seu corpo docente e os seus alunos atualizados quanto à Segurança Digital, em colaboração com a Direção-Geral de Educação (DGE), está preparar ações de curta duração (ACD) para professores e sessões de Cidadania Digital para os discentes.

Ainda este mês de fevereiro, o Agrupamento de Escolas de Pombal viu reconhecido o seu trabalho ao nível da Segurança Digital da sua comunidade escolar, tendo-lhe sido reconhecido o Selo de Segurança Digital Prata – eSafety Label Silver, pela European Schoolnet.

A professora, Ana Santos Maria

Turma 1.º Técnico de Desporto


No passado dia 29-11-2019, na aula da disciplina de desportos coletivos, realizada no Pavilhão Eduardo Gomes, a turma do 1.º ano do Curso Profissional Técnico de Desporto contou com a presença do Professor Celso Casinha, um especialista na modalidade de Basquetebol e Diretor Técnico Regional da Associação de Basquetebol de Leiria. Foi uma aula distinta, na qual a turma vivenciou uma outra prática na modalidade com a realização de vários exercícios técnicos de manipulação de bola e em que o Professor Celso Casinha abordou também os conteúdos da tática coletiva ofensiva, nomeadamente a metodologia do ataque e os princípios gerais do ataque de posição. No final desta sessão dedicada ao basquetebol, a turma e o Professor Celso tiveram ainda tempo para dar o grito da turma “E quem nós somos? Desporto, Desporto, Desporto!” Está agendado um segundo encontro do Professor Celso com a turma, para o dia 10-01-2020.

Ricardo Gaspar

Visita de estudo à Escola Profissional de Hotelaria de Lamego e ao Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto


Nos dias 28 e 29 de março, os alunos do 3º ano Curso Profissional de Restauração, Variante Bar, acompanhados pelo Diretor de Curso, Professor Filipe Matos, e pelo Professor Jorge Sá, Professor de Tecnologia Alimentar, realizaram uma visita de estudo à Escola Profissional de Hotelaria de Lamego (EHT Lamego) e ao Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (I.V.D.P.).

Na Escola Profissional de Hotelaria de Lamego, os alunos e os professores, à semelhança de outras escolas ali presentes, puderam visitar os diversos sectores e serviços, acompanhados por um guia. Tiveram também oportunidade de participar em atividades pedagógicas do dia aberto, tendo sido calorosamente recebidos pelo Diretor da Escola. Os alunos estiveram ainda envolvidos nas atividades de preparação e confeção de alimentos para o serviço de almoços e participaram, também, em provas práticas do serviço de restauração, tendo obtido um honroso 3º lugar. Finalmente, confraternizaram num almoço oferecido pela Escola, onde puderam degustar as iguarias de uma ementa diversificada e deliciosa.

Após o almoço, o grupo deslocou-se à cidade do Porto, visitando a zona histórica da Ribeira, tendo pernoitado na Pousada da Juventude da Foz do Porto. No dia seguinte, logo pela manhã, o grupo visitou o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto,  onde pôde acompanhar os trabalhos laboratoriais de análises de vinho, visitar o rico património histórico e cultural ali existente e, finalmente, realizar uma prova degustativa de um Oporto Tawny. Antes de rumar a Pombal, o grupo realizou uma breve visita ao centro do Porto. Em jeito de balanço, alunos e professores consideraram ter sido uma visita de estudo muito enriquecedora.

Os professores dinamizadores: Filipe Matos e Jorge Sá

Central Telefónica com Softphones Voip


O projeto de montagem e configuração de uma central Telefónica automática, usando Softphones VOIP, que está a ser desenvolvida pelo aluno David Ferreira, no âmbito da Prova de Aptidão Profissional, do 3º ano do Curso Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos, foi selecionado para passar à fase de desenvolvimento na 16ª edição, Prémio Fundação Ilídio Pinho – Ciência na Escola – 2018/2019.

A professora: Anabela Coelho