Semanas Aprendizagem ao Longo da Vida


O Centro Qualifica e os cursos EFA e PFOL do AE de Pombal associaram-se à iniciativa Semana Aprender ao Longo da Vida, uma organização da Associação O Direito de Aprender com várias iniciativas de diferentes formas de aprendizagem (formal, não formal e informal).

Tendo em conta que 2018 é o Ano Europeu do Património Cultural, iremos ao encontro de marcas distintivas de Pombal: personagens, espaços e especialidades gastronómicas, lendas e cantares…

“Rentrée” da Educação de Adultos


Das atividades que marcaram o recomeço do ano escolar na educação de adultos, salienta-se a receção aos professores que integrarão as equipas técnico-pedagógicas na Educação de Adultos do Agrupamento de Escolas de Pombal, no ano letivo 2018-2019.

Foi nos dias 7 e 12 de setembro que um grupo de doze professores passou a assumir um conjunto diversificado de funções ligadas ao Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, (RVCC), ao curso de Educação e Formação de Adultos (EFA) e Português para Falantes de Outras Línguas (PFOL), distanciando-se das funções que lhes são habituais enquanto professores do ensino regular com uma nova terminologia inerente às novas práticas.

Na Educação de Adultos, não há aulas, mas sessões; não se é professor, mas formador; não há fichas, mas instrumentos. No curso EFA fala-se em atividades integradoras, práticas pedagógicas que convocam competências e saberes de múltiplas dimensões, na abordagem de temas transversais. Enfim, se o discurso de que o ensino, para ser significativo, deve partir da realidade dos alunos tem sido recorrente no contexto da educação em geral, no campo da Educação de Adultos mais significado tem.

Além disso, é grande a diversidade do mundo adulto, a começar pela motivação, passando pelas diferenças nos saberes adquiridos pela experiência e no tempo disponível para a formação. A prática profissional do formador de adultos tem, por um lado, de responder aos documentos oficiais que definem as áreas de conteúdo onde os adultos têm de desenvolver competências e, por outro, de responder à individualidade de cada um. No caso específico do processo RVCC, esta  resposta concretiza-se também na a adoção de práticas de atuação em regime de itinerância em locais onde as estruturas de educação-formação de adultos não existem.

Setembro marcou assim o início do ano em força. 

Com uma forte mobilização de todos os elementos do Centro Qualifica que inclui os Técnicos de Orientação, Reconhecimento e Validação de Competências (TORVC) e o apoio de entidades parceiras (AE Guia, AE Gualdim Pais, Calcus), pudemos dar continuidade ao processo de RVCC escolar em Pombal, em horário diurno e pós-laboral e no Agrupamento de Escolas da Guia, em pós-laboral, dando suporte na realização de sonhos de um grupo dez pessoas. Demos também continuidade a um curso EFA escolar, de nível secundário, iniciámos um novo curso de PFOL e estamos prestes a dar início a uma Unidade de Formação de Curta Duração (UFCD) de Inglês.

Cristina Costa – Coordenadora do Centro Qualifica

A Educação de Adultos em Festa


No dia 20 de julho, pelas 21.00 horas , o átrio da Escola Secundária de Pombal encheu-se de candidatos do processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, formandos do curso EFA de nível secundário e de Português para Falantes de Outras Línguas bem como familiares, amigos e ainda representantes das entidades parceiras do Centro Qualifica para a cerimónia de entrega de diplomas.

Tinha chegado o dia de fazer um balanço sobre o caminho trilhado pelo Centro Qualifica, no ano letivo 2017-2018, na concretização da sua missão na educação de adultos.

Árvores com longas e coloridas raízes, a sua folhagem constituindo uma moldura de fotografias de momentos significativos do ano letivo, deliciosos apontamentos musicais, palavras de reconhecimento e de estímulo, mesas de saborosas iguarias foram estímulos sensoriais que ajudaram a criar o ambiente de festa.

Conduzido pela metáfora da árvore, o Dr. Nelson Pedrosa, coordenador da bibliotea Municipal falou-nos das nossas raízes, heranças e tradições, com destaque para a lenda do Bodo. A Dra Ana Cabral, vereadora da cultura, tomou a palavra em nome de todos os parceiros do Centro, e sublinhou a importância da educação ao longo a vida para o crescimento  pessoal e profissional. A Filarmónica Artística de Pombal, enquanto elemento privilegiado na teia de relações para assegurar um desenvolvimento harmonioso e saudável dos jovens e adultos do nosso município, também nos brindou com a presença da sua Presidente, Carla Longo, e a aluna de piano, Sofia Caballero encantou com a interpretação de “The heart asks pleasure first” de Michael Nyman e “Games of Thrones” de Ramin Djawadi. O jovem formando do curso EFA, Tiago Proença e Pedro Barreiro proporcionaram dois momentos de muito valor com a interpretação dos temas “Creep” dos Radiohead e “Jesus Doesn’t Want me” dos Sunbeam, “Drunker Sailer” dos Iris Rovers e “Wheels” dos Too Fighters.

Como não poderia deixar de ser, ponto alto foi a entrega dos diplomas: 36 do processo de Reconhecimento de Competências, 26 do curso EFA de nível secundário, e 30 de Português para Falantes de Outras Línguas. Para este momento solene, a jornalista da Rádio Clube de Pombal, Ana Carolina de Jesus, foi convidada a juntar-se aos técnicos de ORVC e formadores em representação de todas as entidades que este ano abriram as portas e proporcionaram momentos muito especiais de aprendizagem fora dos muros do Centro Qualifica/escola.

A noite de festa encerrou com  palavras do Diretor Adjunto do Agrupamento, Manuel António, e  foram de reconhecimento da importância do Centro Qualifica na valorização da população adulta e de agradecimento pelo  empenho de cada um dos elementos da equipa técnico-pedagógica.

Seguiu-se ainda o espaço de convívio animado pelo acordeonista Daniel Mendes, filho de um candidato do processo RVCC. A noite foi longa, mas foi certamente de coração cheio que todos regressámos a casa.

Cristina Costa – Coordenadora do Centro Qualifica