Ateliers: LiteraciArte e Matemática e O meu nome faz história


Aderindo à iniciativa SMAL – Setembro Mês da Alfabetização e das Literacias , propomos dois ateliers para,  de forma lúdica, desenvolver competências de Leitura,  Escrita e Matemática.

A ação destina-se preferencialmente aos candidatos do processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências e inscreve-se no Referencial de Competências de nível Básico, mas alargamos o convite a toda a comunidade educativa para os desafios da arte do Tangram, do Origami e uma leitura animada de um dos contos de “Os bichos” de Miguel Torga.

Cristina Costa – Coordenadora do Centro Qualifica

Concurso de escrita “Ler Muda Vidas” SMAL – Setembro Mês da Alfabetização e Literacias


Os Centros Locais de Aprendizagem da Universidade Aberta em Ansião e Porto de Mós, com o apoio dos Municípios de Ansião e Porto Mós, promovem o concurso de escrita “Ler Muda Vidas”.
Este recorre de 08 a 30 de setembro e termina a 04 de outubro com o anúncio dos premiados.
Esta iniciativa insere-se no âmbito do SMAL – Setembro Mês da Alfabetização e Literacias, promovido pela APEFA.
O concurso de escrita destina-se a todas as pessoas que pretendam participar, com especial destaque para estudantes da UAb e para as comunidades locais. O seu tema, “Ler muda vidas” foi inspirado no trabalho do escritor Afonso Cruz, no seu relato de como a leitura libertou uma escritora de origem árabe do seu jugo pessoal.
CARACTERÍSTICAS DO TRABALHO
a) O texto é realizado individualmente;
b) Cada participante só pode apresentar um texto;
c) Os textos concurso não devem ter mais de o equivalente a uma página A4 (até 500 palavras);
d) Os trabalhos deverão ser redigidos em língua portuguesa;
e) Deverão subordinar-se ao tema “Ler muda vidas”.

O trabalho deve ser enviado para o email: concursolermudavidas@gmail.com
Toda a informação no evento no Facebook em https://fb.me/e/1BONJ0wsG

Cristina Costa – Coordenadora

SMAL – Conferência de Encerramento da Iniciativa Nacional


A Associação Portuguesa de Educação e formação de Adultos, APEFA  promove e convida a assistir, na próxima segunda-feiradia 19 de outubro, das 14:30 às 17:30, à Conferência de Encerramento da Iniciativa Nacional“Setembro Mês da Alfabetização e das Literacias“.

Destacamos a participação do Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Educação, Professor João Costa e da Comissária do Plano Nacional de Leitura, Drª Teresa Calçada, que refletidos caminhos e estratégias de EFA, literacias e Felicidade e de Liberdade, tão notoriamente requeridos nestes tempos atípicos e únicos que vivemos.

O evento é o corolário da Iniciativa Nacional de Educação e Formação de Adultos, “Setembro, Mês da Alfabetização e Literacias, que uniu Portugal, continente e ilhas, em redor de questões emergentes das literacias da leitura, da escrita e do digital, com centenas de eventos dinamizados pela maior diversidade de atores territoriais.

participação na  conferência é de acesso livre, transmitida  no site da APEFA (www.apefa.org.pt), ou no Youtube, https://youtu.be/TMictbtATyc 

 Deixamos o link de inscrição para os docentes que pretendam Certificação desta Conferência, para efeitos de progressão da carreira docente : https://bit.ly/2SYjM0G

 Brevemente, o Programa ficará disponível em www.apefa.org.pt

 

Armando Loureiro – Presidente da Direção Nacional APEFA

CARTAZ 2020_conf

SMAL – O meu nome faz história


No âmbito de uma iniciativa nacional SMAL – Setembro Mês da Alfabetização e Literacias, o Centro Qualifica, em articulação com a coordenadora da Biblioteca Escolar, a professora Fernanda Gomes, propôs um espaço de leitura e de escrita criativa: “O meu nome faz história”.

A atividade decorreu num ambiente acolhedor, na biblioteca da Escola Secundária de Pombal, na tarde de 24 de setembro e destinou-se os candidatos em processo de RVCC de nível básico. Partindo da leitura em voz alta de alguns excertos do discurso que o escritor José Saramago proferiu na solenidade da entrega do prémio Nobel de Literatura, a 07 de dezembro de1998, os candidatos puderam conhecer um pouco da obra deste grande escritor de origens humilde. Linha após linha, foram acompanhando a evocação dos avós de José Saramago, o analfabetismo, a dureza da vida no campo, mas também os seus genereros ensinamentos.

De seguida, a partir das letras do nome de cada um dos intervenientes, com o apoio dos formadores de Linguagem e Comunicação, os candidatos foram desafiados a entrar no mundo dos anagramas e a criar, também eles, uma pequena história fazendo uso de muita imaginação.

O ambiente participativo e lúdico foi motivador para o exercício da leitura e da escrita, mas também constituiu um pequeno contributo para o despertar os sentidos da vida pela oportunidade de novos olhares.

Cristina Costa – Coordenadora do Centro Qualifica

SMAL – Atelier de escrita criativa


Aderindo à iniciativa da APEFA, no dia 24 de setembro, pelas 14;30 horas, o Centro Qualifica, em articulação com a Biblioteca escolar do Agrupamento de Escolas e Pombal, irá proporcionar aos candidato do processo RVCC de nível básico, um espaço de escrita criativa: “O meu nome faz história”.

Cristina Costa – Coordenadora do Centro Qualifica

 

SMAL 2020

SMAL – O meu nome faz história


Despertar o gosto pela aprendizagem, estimular para a construção de conhecimento de modo criativo foi o objetivo da atividade “O meu nome faz história” que decorreu na biblioteca da Escola Secundária de Pombal, na tarde de 24 de setembro, e destinada aos candidatos do processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) de nível B1 (4º ano).

Integrada numa iniciativa nacional SMAL – Setembro Mês da Alfabetização e Literacias, a coordenadora da Biblioteca, a professora Fernanda Gomes, propôs, num ambiente lúdico, um exercício de escrita criativa. A partir das letras do nome de cada um dos intervenientes, com o apoio dos formadores de Linguagem e Comunicação, emergiram memórias dos poucos anos de escola, soltou-se a criatividade, esboçaram-se sorrisos e resultaram histórias fantasiosas.

Cumpriu-se o objetivo e confirmou-se ainda o desafio que se impõe aos Centros Qualifica de apoiar na consolidação de competências essenciais nos processos de certificação escolar, mas também na implementação, no concelho, de cursos de formação em Competências Básicas (alfabetização, cidadania e TIC) com o desígnio de ajudar a todos a vencer a “fronteira digital”.

Cristina Costa – Coordenadora do Centro Qualifica