Visita de Estudo do 6.º Ano ao Exploratório – Centro de Ciência Viva de Coimbra e às Ruínas e Museu Monográfico de Conímbriga


No dia 13 de junho, realizou-se a visita de estudo para os alunos do 6.º ano, no âmbito da flexibilidade curricular, envolvendo as disciplinas de Ciências Naturais e de Matemática, ao Exploratório – Centro de Ciência Viva de Coimbra e às Ruínas e Museu Monográfico de Conímbriga.

Durante a manhã, os alunos visitaram a exposição “Em forma com a Ciência”, onde puderam descobrir o corpo humano através de várias atividades interativas, consolidando e ampliando conhecimentos. Assistiram, ainda, ao espetáculo participativo “Ora Bolas! Ciência em Palco” que promoveu a literacia científica, aliando a ciência e a arte.

Em seguida, chegou a pausa para o almoço, no parque verde do Mondego, durante o qual alunos e professores aproveitaram para conviver e desfrutar da beleza do local.

No período da tarde, a visita decorreu em Conímbriga, tendo os alunos visitado as Ruínas e o Museu Monográfico, o que proporcionou uma viagem no tempo de Portugal Romano, tendo podido apreciar as relíquias da antiga cidade romana de Conímbriga.

A realização desta atividade teve como principais objetivos complementar as aprendizagens realizadas em contexto de sala de aula; promover a interdisciplinaridade; descobrir o corpo humano através de várias experiências participativas; contribuir para desenvolver, nos jovens, competências de investigação, de comunicação e de literacia da informação, motivando-os para aprofundar os seus conhecimentos e prosseguir estudos superiores nas áreas dos seus interesses.

Os alunos mostraram-se muito motivados e interessados ao longo de todas as atividades propostas, sendo uma excelente forma de terminar o ano letivo e de lhes proporcionar novas experiências que foram interrompidas em anos de pandemia.

Boas férias!

Os docentes organizadores,

Fátima Pessa, Mário Ferreira, Sandra Diniz e Sónia Marques

 

Ciência, Cultura e Artes na visita a Lisboa dos 12.º A, B, C e D1


Inspirados na Ciência, na Cultura e nas Artes, os alunos das turmas A, B, C e D1/D2, acompanhados pelos diretores de turma e por outros docentes, rumaram a Lisboa onde visitaram o jardim Botânico Tropical, o Museu do Oriente e o Museu Coleção Berardo. Todas as visitas foram guiadas, enriquecendo, ainda mais, os conhecimentos e as experiências proporcionadas por estes espaços. De facto, abordaram-se questões sobre ambiente e sustentabilidade, tecnologia e ambiente; sobre a essência do conhecimento científico e as suas consequências para a sociedade, a tecnologia e o ambiente; aprofundou-se o conhecimento da história, arte e cultura portuguesas e despertou-se o pensamento crítico, desafiando para novas reflexões, incentivando a curiosidade, treinando o olhar e estimulando o experimentalismo,

Embora estivesse um dia de muito calor, houve ainda oportunidade para, de forma livre, passearem pela Praça do Império (parcialmente em obras), pelo Jardim Vasco da Gama e pelo Jardim Afonso de Albuquerque. No final do dia, provaram-se os famosos pastéis de Belém, carregados de canela.

Marta Sá, Lucília Ferreira e Ricardo Diniz

Visita de estudo a Aveiro


No dia 29 de abril, os alunos da turma do 12ºB deslocaram-se à Universidade de Aveiro para participarem na edição de 2022 das Competições Nacionais de Ciências. No período da manhã, os estudantes concorreram em provas de pares que visavam conteúdos programáticos da disciplina de Matemática e assistiram a palestras relativas às áreas de Química, Engenharia Química, Bioquímica e Biotecnologia, tendo sido apresentadas informações sobre estes cursos do Departamento de Química.

Também lhes foi proporcionada uma visita guiada ao Complexo Universitário, com destaque para a entrada em exposições subordinadas à área das Geociências.

Alternativamente à visita guiada houve a oportunidade de assistir a um show de Física coordenado por professores da referida Instituição, onde os alunos interessados tiveram a oportunidade de descobrir experiências interativas e surpreendentes centradas em temas relacionados com o eletromagnetismo, a mecânica de fluidos e ondas e sinais. Desde espetáculos de luz e de fogo a recipientes flutuantes, por exemplo, tudo acompanhado de uma interessante explicação teórica.

Depois do almoço, visitaram o parque Infante D. Pedro, os jardins da Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro e aventuraram-se a descobrir esta cidade, também conhecida como “Veneza portuguesa”, nome que ganhou um significado maior após uma viagem de moliceiro (embarcação típica de Aveiro) pela Ria da cidade.

O deslumbramento por esta capital de distrito chegou ao fim com a visita ao shopping, onde alguns alunos aproveitaram, inclusivamente, para adquirir algumas lembranças. A melhor lembrança é, no entanto, a memória de um dia diferente e especial.

Alunos do 12.ºB

Visita de Estudo dos alunos do 7.º Ano a Conimbriga e Coimbra


Nos dias 5 e 6 de maio de 2022, os alunos das diferentes turmas de 7.º ano tiveram a tão esperada visita de estudo a Conimbriga e Coimbra. Depois de dois anos de pandemia, estava na hora de retomar uma prática tão enriquecedora para os nossos alunos. Aprender “no terreno” é sempre uma mais-valia, uma experiência única! Assim, em percursos alterados, visitaram Conimbriga – ruínas da cidade e Museu Monográfico – e realizaram um percurso pedestre pela cidade de Coimbra, conhecendo exteriormente um conjunto de espaços fundamentais no âmbito da História, da Geografia e Ciências Naturais. Apreciaram a linda paisagem sobre o rio, vista do Paço das Escolas e conheceram a luxuriante vegetação do Jardim Botânico e mata do Jardim Botânico, da Universidade de Coimbra. Num reviver da história de Pedro e Inês, atravessaram a ponte pedonal sobre o Mondego, terminando na margem sul do rio, cansados mas com sorrisos rasgados de quem há muito esperava por um dia assim!

A escola é isto… Aprender feliz!

Alexandra Goreti Ferreira

Visita de Estudo do 9.º ano


Realizou-se, no dia 12 de maio, uma visita de estudo do 9º ano à quinta das Lágrimas, em Coimbra, e ao Museu do Holocausto, no Porto. Esta visita foi dinamizada pelo grupo disciplinar de história, mas permitiu a interdisciplinaridade, uma vez que outras disciplinas acabaram por integrar a visita, como foi o caso de Ciências Naturais, Educação Física e Português.

Na parte da manhã, os alunos desfrutaram do Parque verde e tiveram uma visita guiada à Quinta das Lágrimas. Depois de almoço, seguiu-se viagem para o Porto, onde se procedeu à visita do Museu do Holocausto.

Com esta visita procurou-se consolidar os conteúdos abordados em aula sobre a temática do Holocausto, mas também  consciencializar para a importância da defesa dos Direitos Humanos. Procurou-se também promover as relações socio afetivas entre os alunos e os professores. No âmbito da disciplina de Ciências Naturais procurou-se consolidar os conteúdos abordados em aula sobre as temáticas “Promoção de Saúde” e “Medidas que contribuem para o bom funcionamento do organismo”, mas também se procurou consciencializar para a importância da prática de exercício físico e da adoção de estilos de vida saudáveis. No âmbito da disciplina de Educação Física, com a caminhada no Parque Verde, procurou-se relacionar aptidão física e saúde e identificar os fatores associados a um estilo de vida saudável, nomeadamente a higiene, afetividade e a qualidade do meio ambiente. Quanto à disciplina de Português procurou-se atenuar o verbalismo das aulas, reconhecer valores culturais, éticos e estéticos presentes nos textos, mas também valorizar o património cultural português e a nossa identidade coletiva.

Foi uma visita bastante enriquecedora, que permitiu desenvolver o espírito crítico e de observação dos alunos; torná-los mais ricos a nível de conhecimentos, mas também proporcionar momentos de convivência, de cooperação entre turmas, alunos e professores.

 

Professores de História do 9º ano

Visita de Estudo aos museus de Coimbra


No âmbito do Plano Nacional das Artes, no 1 de abril, as turmas de artes do 10° ano da nossa escola foram convidadas a visitar, na bela cidade de Coimbra, os seguintes museus: Museu da Misericórdia, seguido do Museu Machado de Castro, o Museu Municipal e, por fim, o Centro de Arte Contemporânea. Neles pudemos conhecer inúmeras obras de arte, diversos artistas, expandindo, asssim, o nosso conhecimento na área das artes e aprender um pouco mais sobre o nosso curso. Foi um dia divertido, durante o qual pudemos aprender e passar bons momentos juntos!

Carolina Roque, Daniela Domingues, Maria Rodrigues e Maria Fernandes – 10°F

As turmas do curso de Artes Visuais do 11º e 12º anos viajaram até ao Porto


No passado dia 4 de Abril, as turmas do curso de Artes Visuais do 11º e 12º anos viajaram até ao Porto, numa visita de estudo onde tiveram a oportunidade de conhecer a Escola Superior de Arte e Design de Matosinhos e o Parque e Museu de Arte Contemporânea de Serralves.

Na visita à ESAD, foi apresentada a grande diversidade dos cursos ministrados, as salas e oficinas de vídeo, fotografia, som e madeiras, entre outras. Assim, os alunos puderam sentir o ambiente descontraído e irreverente vivido pelos estudantes da escola. Orientados por professores da ESAD, participaram com grande entusiasmo nas oficinas de tipografia e serigrafia.

A Fundação Serralves tem um dos mais consolidados projetos culturais do país. As turmas do 11ºG, 12ºD2 e 12ºE puderam percorrer os magníficos jardins, mata e quinta do Parque que servem de cenário a grandiosas esculturas. A visita orientada ao Museu explorou a exposição “Drawn 1975-1993” do pintor, desenhista e escultor brasileiro, Leonildson, um dos expoentes do movimento, que ficou conhecido por Geração 80 e a exposição “Entrelaçar” do artista e ativista chinês Ai Weiwei, que foi vista com curiosidade e admiração.

Foi um dia bem passado, que permitiu aprendizagens informais importantes para o crescimento pessoal e académico de todos.

As docentes, Cátia Nazário e Maria José Roma

Visita de Estudo do 2.º TAL e 3.º TAL


No passado dia 17 de março, os alunos do 2º e 3º ano do Curso Técnico de Análise Laboratorial visitaram a fábrica Indumape – Industrialização de Fruta, S.A., situada no Parque Industrial Manuel da Mota, no âmbito das disciplinas Análise Laboratorial e Tecnologia Química, lecionadas pelos professores António Amorim, Eduarda Azevedo, Margarida Fernandes e Glória Pereira, que acompanharam os alunos na visita.

A fábrica produz atualmente os seguintes produtos: sumo concentrado de maçã, pera e baga de sabugueiro, aromas de maçã, pera e bagas de sabugueiro, sumos naturais de maçã e pera e purés de maçã e pera. No decorrer da visita, foram explicados os processos de transformação da fruta até à obtenção dos produtos finais, as linhas de produção, o armazenamento dos produtos e as análises efetuadas para controlo de qualidade.

As professoras responsáveis pela visita, Eduarda Azevedo e Glória Pereira, os professores acompanhantes e os alunos consideram que esta atividade foi importante, porque permitiu aos discentes tomar conhecimento da aplicação industrial de alguns conteúdos lecionados nas disciplinas atrás mencionadas.

Glória Pereira, Grupo 510

Visita das turmas 2TAL e 23TAL à fábrica Indumape


No passado dia 17 de março, os alunos do 2º e 3º ano do Curso Técnico de Análise Laboratorial visitaram a fábrica Indumape – Industrialização de Fruta, S.A., situada no Parque Industrial Manuel da Mota, no âmbito das disciplinas Análise Laboratorial e Tecnologia Química lecionadas pelos professores António Amorim, Eduarda Azevedo, Margarida Fernandes e Glória Pereira que acompanharam os alunos na visita.

A fábrica produz atualmente os seguintes produtos: sumo concentrado de maçã, pera e baga de sabugueiro, aromas de maçã, pera e bagas de sabugueiro, sumos naturais de maçã e pera e purés de maçã e pera. No decorrer da visita foram explicados os processos de transformação da fruta até à obtenção dos produtos finais, as linhas de produção, o armazenamento dos produtos e as análises efetuadas para controlo de qualidade.

As professoras responsáveis pela visita, Eduarda Azevedo e Glória Pereira, os professores acompanhantes e os alunos, consideram que esta atividade foi importante porque permitiu aos discentes tomar conhecimento da aplicação industrial de alguns conteúdos lecionados nas disciplinas atrás mencionadas.

Glória Pereira – Professora de Tecnologia Química (grupo 510)

Visita ao Castelo de Pombal


No âmbito da disciplina de História A, a turma I do 10º ano deslocou-se, no dia 6 de abril, ao castelo de Pombal para uma aula diferente. Com efeito, esta atividade procurou proporcionar aos alunos diferentes situações de aprendizagens, mas também sensibilizar para a preservação do património histórico, arqueológico e cultural português. Foi uma atividade bastante enriquecedora e que permitiu aos alunos abrir os horizontes, ganhar novas vivências e sistematizar conteúdos já apreendidos em sala de aula.

A Docente: Carla Alexandra Oliveira