Teatro na Escola “Ladino e Vicente”


No passado dia 21 de fevereiro, o ginásio da Escola Secundária de Pombal foi palco de duas sessões da peça “Ladino e Vicente”, pela companhia AtrapalhArte. Assistiram ao espetáculo todas as turmas dos 7.º e 8.º anos do agrupamento, tendo por base o estudo dos contos em representação: “Ladino” e “Vicente”, da obra Os Bichos, de Miguel Torga. Estes contos, fazendo parte da estrutura curricular da disciplina de português, no 7.º e 8.º anos, respetivamente, foram alvo de uma adaptação, resultando numa animada representação que muito satisfez a curiosidade e as espectativas dos alunos e professores. Um muito obrigado a todos aqueles que se envolveram nesta actividade, pelo interesse, empenho e disponibilidade.

João Silvano

Participação no BotOlympics19


Decorreu, nos dias 21 a 24 de fevereiro, a maior competição de robótica da zona centro, o BotOlympics19, promovido pela Universidade de Coimbra, composto por três provas em simultâneo para alunos do 7º ano até ao ensino superior. As provas consistiam em programar robôs, de modo a que estes superassem pistas com obstáculos, de forma autónoma.
Neste evento participam alunos de escolas básicas, secundárias e superiores, tendo estado em competição cerca de 150 participantes. A nossa escola participou com uma equipa do ensino secundário, composta pelos alunos Rafael Carvalho, Rafael Mendes, Tomás Longo, do 12ºA, Tiago Cardoso, do 10ºA, e uma equipa do ensino básico, composta pelos alunos Hugo Santos, 7ºD, Rui Miranda, 8ºD, Ana Almeida e André Marques, do 9ºD, acompanhados pelos professores Pedro Martins e Lino Simões, respetivamente.
A equipa do secundário obteve um brilhante 2º lugar, enquanto a equipa do básico ficou em 7º lugar, tendo todos revelado bastante empenho. Outras fotos do evento estão disponíveis em https://www.instagram.com/botolympics/

Lino Manuel Fernandes Simões

Concurso EcoTecnologia


No passado dia 19 de fevereiro, a direção da Junta de Freguesia de Pombal, veio às escolas entregar os prémios do concurso EcoTecnologia.

Este concurso estava direcionado a todas as Escolas do Pré-escolar e 1º Ciclo da Freguesia de Pombal, consistindo na Recolha/Reciclagem de material eletrónico. A escola que mais material juntasse, habilitava-se a uma mesa de matraquilhos.

Em primeiro lugar ficou a Escola Básica de Barrocal, que recebeu uma mesa de matraquilhos.

Os alunos ficaram muito radiantes com o prémio, mas acima de tudo com a contribuição que deram para a minimização da problemática dos resíduos sólidos, é por isso necessário uma mudança de comportamentos, os alunos da Escola de Barrocal já estão no bom caminho.

 

Os docentes

Visita de estudo – Aromas & Boletos (Parceiros)


Nos dias 8 e 13 de fevereiro, as turmas do 2.º ano do Curso Profissional Técnico de Restaurante-Bar e do 3.º ano do Curso Profissional de Técnico de Análises Laboratoriais visitaram a empresa Aromas & Boletos, na localidade de Parceiros, Leiria, no âmbito das disciplinas de Tecnologia Alimentar e Microbiologia Alimentar, respetivamente.
Na visita a esta empresa que iniciou atividade em 2012 e visa produzir substratos para produtores micológicos, os alunos compreenderam como se processa a produção de substratos diversos (palha, borras de café e pellets) para a cultura de diversos tipos de cogumelos, e aplicaram algumas técnicas de microbiologia, nomeadamente a repicagem em caixas de Petri de inóculo de fungos, em câmara de filtração laminar. Compreenderam a necessidade da esterilização dos substratos, bem como da assepsia do meio ambiente e deles próprios (desinfeção das mãos, uso de vestuário adequado, limpeza da bancada de trabalho, …). No final da visita, foram ofertados a cada turma, dois sacos de substrato, inoculados com micélios desenvolvidos em sementes de alpista, que após um acondicionamento devido, produzirão cogumelos para consumo (cerca de 30 dias em ambiente escuro e com uma temperatura de 24ºC). Os fungos podem também ser cultivados em troncos de eucalipto ou carvalho (embora seja preferível o eucalipto, por sofrer decomposição mais facilmente) através da implantação de cavilhas de madeira envolvidas em micélio. Os alunos desenvolveram as atividades práticas propostas em grupo, de forma entusiasta e muito empenhada, cumprindo todas as regras exigidas em cada um dos espaços.

As professoras dinamizadoras: Augusta Duarte e Estefânia Pires

Academia do Pensamento Complexo: Desafios da Complexidade


No passado dia 12 de fevereiro, na sala 312 da Escola Secundária de Pombal, teve lugar uma aula de Filosofia muito diferente e muito dinâmica, que contou com a presença da Dra. Ana Teixeira de Melo e do Dr. Leo Caves, do CES (Centro de Estudos Sociais) da Universidade de Coimbra. O objetivo desta aula era sobretudo desenvolver um pensamento complexo. Para isso, começou por ser apresentada aos alunos a colónia imaginária “ComplexCidade”, criada no espaço em anos vindouros com caraterísticas muito sui generis. Esta colónia imaginária apresentava vários problemas, alguns comparáveis com os existentes no nosso planeta e outros nem tanto e o desafio era desenvolver o pensamento de forma a detetar esses problemas, em primeiro lugar e, depois, encontrar uma solução para eles.
De início não foi fácil, ficamos um pouco perplexos, mas com a ajuda da Dra. Ana e das questões que lhe íamos colocando fomos desbravando terreno, compreendendo o que era solicitado e a pequenos passos resolvendo alguns desses problemas. Quando demos conta estávamos a analisar conceitos complexos: igualdade, solidariedade, justiça e outros e a relacioná-los entre si. Com pequenos materiais disponibilizados pelos dinamizadores da atividade, à medida que íamos resolvendo os problemas e desenvolvendo o raciocínio íamos construindo puzzles mentais e físicos.
Foi uma atividade muito interessante que abordou um tema fora do comum e todos consideramos ter aprendido muito. Gostámos desta aula diferente e queríamos que elas fossem mais frequentes.

Daniela Dias, Carolina Mendes e Beatriz Nunes/11º D

Jornadas “Comunicar na demência… Encontrar tempo!”


Os alunos do 10ºD deslocaram-se, na manhã do dia 20 de fevereiro, ao Teatro-Cine para assistirem a duas conferências no âmbito das Jornadas “Comunicar na demência… Encontrar tempo!”, promovidas pelo Município de Pombal e pela Rede Social.
Os estudantes refletiram sobre a importância da relação interpessoal para uma melhor qualidade de vida e os efeitos da comunicação não verbal, através da apresentação da Dra. Catarina Alvarez (Alzheimer Portugal).
Nesta abordagem centrada na pessoa com demência, foram destacadas várias estratégias repartidas pelas seguintes vertentes: antes de comunicar; como comunicar e o que dizer; escutar e linguagem corporal.
De seguida, o Dr. Fernando Ferreira (Centro DiaPositivo) focou a necessidade de preservar a saúde mental dos cuidadores, destacando as vantagens que resultariam da aprovação do Estatuto do Cuidador Informal. Evocou práticas inovadoras que observou, em países nórdicos, no âmbito da gerontologia, há vinte anos, tendo comparado com as que são praticadas atualmente em Portugal.
Durante a sessão, o palestrante dirigiu-se diretamente aos jovens presentes e incentivou-os a inspirarem-se no que aprenderam nestas palestras, reforçando laços afetivos com os familiares, nomeadamente com os mais idosos.

Lídia Ribeiro, Projeto Young VolunTeam