“Reduz a Distância – Come localmente”


Na semana de 11 a 15 de maio, as turmas B, D, E, F, G, H e I do 8.º ano debateram, online, na disciplina de matemática, a temática “Reduz a Distância – Come Localmente”, no âmbito do DAC – Projeto de Sustentabilidade Global. Os alunos refletiram e discutiram as seguintes questões É possível reduzir a distância de transporte de bens alimentares? De que forma?; Que bens alimentares estrangeiros gostamos de consumir? Quem os produz e onde? Seria possível deixar de importar os bens alimentares que importamos? Que impacto teria para os produtores? “. Os alunos escolheram alguns alimentos que costumam consumir e descobriram a viagem que o produto fez e o impacto que teve em produção de CO2. Concluiram que consumimos muitos produtos que viajam milhares de quilómetros até chegarem às nossas mesas e que as “viagens” dos alimentos têm consequências negativas na nossa alimentação e no ambiente. Concluiram que podemos contribuir para evitar que as viagens dos alimentos coloquem em risco a nossa saúde e poluam o ambiente. Como? Se comprarmos localmente ou recorrermos à produção familiar!

Concluiram, ainda, que muitos dos produtos que consumimos podiam ser produzidos em Portugal, beneficiando os produtores locais e a economia do país e que deveríamos apoiar o comércio justo.

Mas o que é o comércio justo?

Para descobrirem visitem o site https://bluevisionbraskem.com/inteligencia/o-que-e-comercio-justo-e-como-funciona/, visitado e explorado pelos alunos.

Viajem como os alunos e descubram, usando a calculadora apresentada, a distância que os produtos percorrem e o impacto que tem em produção de CO2: http://www.foodmiles.com/results.cfm.

Após o debate, os alunos elaboraram cartazes com o objetivo de sensibilizar para o impacto que as nossas escolhas alimentares têm no ambiente. Convidamo-vos a fazerem a viagem pelo trabalho realizado com empenho pelos alunos, visitando a “exposição virtual” dos cartazes aqui.

As professoras Ana Francisco, Carla Dionísio, Lígia Matos, Rosária Cardoso e Sandra Leite.

Projeto “Tenho Química com a BE”


O Projeto “Tenho Química com a BE” promove “workshops” para os alunos do 7.º ano, sobre “regras de segurança no laboratório e gestão sustentável de recursos e resíduos”

De novembro de 2019 a março de 2020, realizaram-se na biblioteca da Escola Marquês de Pombal várias sessões de formação e informação dirigidas aos alunos do 7.º ano de escolaridade, dinamizadas pelos alunos do 1.º TAL, no âmbito da disciplina de Qualidade, Segurança e Ambiente, numa profícua articulação curricular da Biblioteca Escolar com a ciência, sob orientação dos professores Marta Sá e João Silvano, que partilharam conhecimentos e formação com os colegas, nomeadamente, sobre a química verde e o trabalho sustentado pelo referencial – “Aprender com a biblioteca escolar”.   Refira-se que a Ciência Viva integrou a atividade no seu site, na Semana da Ciência e Tecnologia, que decorreu no passado mês de novembro.

Subordinadas ao tema – “Regras de segurança no laboratório e gestão sustentável de recursos e resíduos”-, as sessões constituíram uma das vertentes do projeto “Tenho Química com a BE”, visando a proatividade e a interação entre os alunos, quer na transmissão e apreensão de conhecimentos, quer na aquisição de aprendizagens e competências, alertando para questões ambientais, desenvolvimento sustentável e regras e posturas de segurança na manipulação de produtos químicos (muitos de utilização comum). Nestas sessões, os alunos realizaram atividades práticas e manipularam material de laboratório, transformando a biblioteca da Escola Marquês de Pombal numa “laborateca”.

Os professores dinamizadores agradecem a todos os alunos e professores que se envolveram e que, deste modo, contribuíram para o sucesso da iniciativa.

João Silvano e Marta Sá

Visita ao moinho e ao lagar da Redinha


No âmbito do projeto “Ao Encontro dos Rios”, nós, os alunos do Centro Escolar de Redinha, visitámos o moinho e o lagar da Redinha no 1.º período.

Na primeira visita, vimos a transformação dos grãos dos cereais (milho, trigo e centeio) em farinha. Na segunda, no lagar, observámos a transformação das azeitonas em azeite. Durante esta visita, um ex-aluno da Escola da Redinha acompanhou-nos e explicou-nos as várias etapas.

Tanto o moinho como o lagar estão localizados junto à margem do rio Anços, afluente do rio Arunca. É a água do rio Anços que é aproveitada para fazer girar a mó no moinho e movimentar a prensa no lagar.

Com estas visitas conseguimos perceber a importância que a água do rio tem na vida da aldeia.

Os alunos do 4.º ano

Visita de Estudo à praia do Osso da Baleia e ao Centro de Interpretação Ambiental de Leiria – 5.º E e 5.º H


Vimos dar conhecimento de uma atividade já realizada no passado dia 28 de fevereiro com as turmas do 5.º E e do 5.º H da Escola Marquês de Pombal.Tratou-se uma visita de estudo à Praia do Osso da Baleia e ao Centro de Interpretação Ambiental de Leiria. Embora não estivesse previsto, tivemos ainda a oportunidade de visitar o Museu de Leiria.Os alunos foram acompanhados pelas professoras de Ciências Naturais, Manuela Coelho e Anabela Santos, e pelos professores de Educação Física, Paulo Oliveira e Pedro Joel.
Esta atividade, realizada no âmbito dos Domínios de Autonomia Curricular (DAC’s) das duas turmas, teve como objetivo principal a tomada de consciência para a preservação do nosso Planeta e para a problemática do lixo marinho (causas e consequências). A visita foi antecedida por uma ação de sensibilização/esclarecimento levada a cabo pela Eng. Catarina Soares, da Câmara Municipal de Pombal, no anfiteatro da Escola Marquês de Pombal.
Na praia do Osso da Baleia, os alunos, além de terem recolhido ao longo do areal muitos e variados plásticos com diferentes origens, tomaram consciência da enorme quantidade de lixo marinho que existe no mar e que prejudica a vida animal. No âmbito da Educação Física, e orientados pelos respetivos professores, os alunos aproveitaram ainda para se divertir fazendo jogos, danças e outras atividades.
Os alunos mostraram-se empenhados e bastante motivados na realização desta atividade, ficando sensibilizados para este problema que é urgente resolver, pois todos os anos chegam ao oceano milhões de toneladas de lixo, o que transforma o lixo marinho num problema global em crescimento que ameaça não só o meio marinho como também o próprio Homem. No âmbito da Educação Física e orientados pelos respetivos professores, os alunos aproveitaram ainda para se divertir fazendo jogos, danças e outras atividades.
Depois de almoçarem, em jeito de piquenique no parque de merendas da praia, a viagem prosseguiu até Leiria ao Centro de Interpretação Ambiental (CIA), onde a Dr.ª Telma Fontes, técnica responsável por este Centro, voltou a falar do grande problema que é o lixo marinho e dos plásticos existentes nas praias, alertando, no entanto, para a possibilidade do seu aproveitamento para a execução de objetos utilitários ou decorativos.
Foi um dia muito produtivo e bem passado e divertido.

As Diretoras de Turma do 5ºE e do 5ºH, Manuela Coelho e Anabela Santos.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Projeto eTwinning Europeu Go Fish – Chained Story


Nos meses de fevereiro e março, numa atividade de cooperação interdisciplinar entre o 1.º e 3.º ciclos, os alunos da turma A do 1.º ano da Escola Básica do Barrocal e da turma C do 9.º ano iniciaram a construção de uma chained story (história encadeada) alusiva ao lixo e o seu impacto nos ecossistemas marinhos. O livro com a história, de momento, encontra-se na Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves (Vila Nova de Gaia) nossa parceira neste projeto, que lhe dará continuidade.

Esta iniciativa teve como pressuposto orientar o processo educativo numa lógica de partilha de experiências e implementação de estratégias de comunicação, sendo os alunos construtores da sua própria aprendizagem. Por outro lado, ao dar ênfase ao trabalho de equipa, remete-nos para objetivos e estratégias capazes de solucionar problemas globais.

Devido à situação que nos assola atualmente, as professoras das escolas parceiras encontram-se em estreito contacto, a fim de agilizar estratégias que garantam a continuação da história.

Parabéns aos alunos pelo empenho, criatividade, excelentes ilustrações e dinâmica imposta ao projeto.

 

eTwinners no Projeto Go Fish

Conceição Abreu e Estefânia Pires

Projeto Dia Verde – Jardim de Infância de Vila Cã


Hoje, sexta-feira dia 7 de fevereiro, vivenciamos mais uma manhã do nosso Projeto “Dia Verde” e assim lá fomos nós de galochas até ao nosso pedacinho de terra onde todas as semanas nos divertimos muito. Desta vez resolvemos utilizar alguns elementos da Natureza que tínhamos recorrido num dos nossos passeios…e com eles construir “ Apanha Sonhos”.
Depois de feitos… todos nós pedimos sonhos bons, para que estes ficassem nas nossas obras de arte…sim porque ficaram mesmo umas verdadeiras obras de arte. Querem ver? Vamos partilhar convosco!

As Educadoras,

Semana da Leitura na EB Louriçal


A semana da leitura decorreu de 09 a 13 de março.
Na segunda-feira, dia 09, pelas 11:11, teve lugar a atividade SOL (Só Ouvir
Ler). Tratou-se de uma atividade de leitura em todas as unidades escolares do
concelho de Pombal, à mesma hora.
Ao longo da semana, houve “Poesias partilhadas”, cada grupo/turma elaborou
um cartaz alusivo e leu poemas para outro grupo/turma.
O professor bibliotecário, João Silvano, animou a biblioteca escolar com
algumas leituras e foi surpreendido com as leituras de alguns alunos.
“A leitura é uma porta aberta para um mundo de descobertas sem fim.” (Sandro
Costa)
As docentes

Ver vídeo aqui
Fátima Lopes e Sílvia Oliveira

“Biodiversidade e Nós” – Dr. Jorge Paiva conversa com os alunos do 6.º ano


No dia 28 de fevereiro, no âmbito da disciplina de Ciências Naturais em articulação com as disciplinas de Português e das Tecnologias de Informação e Comunicação, da turma do 6.º A, com a colaboração da Engenheira Catarina Soares, do Município de Pombal, os alunos de todas as turmas do 6.º ano da Escola Básica Marquês de Pombal e da Escola EBI Gualdim Pais, por convite daquela técnica, assistiram a uma palestra sobre “A Biodiversidade e Nós”, proferida pelo ilustre Professor Doutor Jorge Paiva, no Auditório do Teatro-Cine de Pombal. Durante a palestra, os alunos mostraram-se muito interessados e motivados, tendo sido cativados pelas palavras do Professor que, através de exemplos e relatos da sua experiência como investigador, os levou a refletir sobre a importância de todos os outros seres vivos para a nossa sobrevivência, pelo que é fundamental promover o respeito por todos. São sábias as suas palavras: “Cuidar e limpar a nossa Gaiola é urgente e imperativo para a nossa sobrevivência” e “Dar o exemplo com ações”.

O nosso muito obrigado ao Professor Dr. Jorge Paiva e a todos quantos colaboraram para que os alunos pudessem usufruir da sua presença e alargar os seus conhecimentos.

A professora, Fátima Pessa

Campeonato de Cálculo Mental – 8.º ano


No dia 12 de março de 2020, realizou-se, no auditório da Escola EB2,3 Marquês de Pombal, a primeira eliminatória do Campeonato de Cálculo Mental do 8.º ano. Este campeonato teve como objetivo testar o cálculo mental dos alunos ao nível dos conteúdos do 8.º ano.

Para a final foram apurados os alunos:

Nome

Turma

Lugar

Miguel Gomes Garcia

8.ºA

1.º

Leonor Silva Santos

8º G

2.º

Rui Miguel Martins da Silva

8.º D

2.º

Tiago Duarte

8.º G

2.º

Parabéns a todos! Boa sorte para todas as pequenas grandes mentes que são os nossos alunos!

Docentes de Matemática do 8.º ano

Ajudanimal comemorou mais um aniversário


De 7 a 21 fevereiro, os docentes do Grupo 230 promoveram, mais uma vez, a comemoração do aniversário da Ajudanimal, tendo contado com a colaboração dos alunos do 7.º D e 11.º D e respetivas professores Paula Costa, Luís Fernandes e Fátima Brandão. Esta atividade teve como objetivos sensibilizar a comunidade para a necessidade de proteger os animais, reconhecer ações do ser humano que podem afetar a biodiversidade animal e promover os afetos para com os animais.

A comunidade escolar respondeu ao convite para ajudar a Associação de Defesa dos Animais de PombalAjudanimal, recolhendo uma diversidade de donativos, desde alimentos, camas, mantas, tapetes, brinquedos, roupa, produtos de higiene, ancinho, entre outros.

Os professores e alunos envolvidos e a Ajudanimal agradecem o espírito colaborativo de todos os que contribuíram nesta campanha. Se pretender acompanhar a ação desta instituição local e/ou adotar um patudinho participe nas Campanhas de Adoção de Animais de Companhia que se realizam mensalmente, no Jardim Municipal e/ou consulte a página: https://www.facebook.com/ajudanimal.pombal/

“Nossos animais de estimação têm vida tão curta e, ainda assim, passam a maior parte do tempo esperando que voltemos para casa todos os dias. É impressionante quanto amor e alegria eles trazem para nossas vidas, e quanto nos aproximamos uns dos outros por causa deles”. In, Marley e Eu

A professora, Fátima Pessa